Você tem um negócio ou é o negócio? Saiba mais detalhes sobre o que é empreender e quais fatores levar em consideração para alcançar o sucesso!

Você tem um Negócio ou Você é o Negócio ?

Começamos este artigo com a pergunta que inicio todos os meus cursos.

Se você é cabeleireiro ou dono de salão, seja ele pequeno ou grande, faça-se essa pergunta, pois ela lhe trará consciência:

Você tem um Negócio ou Você é o Negócio ?

EU TENHO UM NEGÓCIO a partir do momento que ele pode evoluir e se manter sem que dependa exclusivamente de mim para operar.

EU SOU O NEGÓCIO, seja ele qual for, quando depende fundamentalmente de mim para operar. E não se preocupe se esta é sua situação, pois é a verdade da maioria dos salões e dos micro e pequenos empresários de todos os ramos.

Se a ideia de ter um negócio lhe parece tentadora, saiba que com planejamento, foco e muito trabalho é possível sim, obter estes resultados. E o segredo está justamente em criar bases que estruturem o seu salão.

Em minha experiência como consultor, percebo que empresas bem sucedidas são aquelas que sem exceção valorizam estas cinco chaves:

1 –  Clientes –  conquistar e retê-los;

2 –  Equipe – motivada e vendedora;  

3 –  Serviços – agregar reconhecimento de valor;

4 –  Layout – atrativo, gerador de confiança e vendedor;

5 –  Gestão – foco em resultados e controle de custos.

Entenda mais sobre cada um deles abaixo:

1 –  Clientes –  Como conquistar e retê-los;

É importante que tenhamos uma estratégia para buscar clientes (novos) , uma para retê-los e outra ainda para fazê-los gastar mais.

São estratégias que parecem similares, mas que usam técnicas diferentes:

Quando buscamos clientes novos, usamos técnicas e promovemos os serviços de fluxo como promoções de escovas, hidratações, etc.., por se tratarem de serviços que em geral causam pouca resistência a experimentação.

Para reter estes clientes, é possível vender serviços contínuos como pacotes de mãos, escovas, tratamentos capilares, etc. Além de contribuir para o fluxo de caixa, já que você vai receber antecipadamente, terá este cliente mais assíduo no seu salão.

E para fazê-lo gastar mais, aumentando o ticket médio do salão, pode-se usar estratégias de giro de serviços, como por exemplo: ao fazer X unhas, ganha uma escova.

Uma dica é que verifique quais dos seus clientes assíduos só fazem a mão e ofereça esta promoção para que conheçam outros serviços de seu negócio. Os sistemas de salão oferecem relatórios para este tipo de informação.

2 –  Equipe – motivada e vendedora;

A equipe é uma das chaves fundamentais do negócio e que na maioria das vezes é negligenciada por parte do líder. É preciso desconstruir a crença de que cabe apenas aos profissionais a captação e fidelização dos clientes.

Se queremos construir uma marca  e uma identidade que seja reconhecida e valorizada pelos clientes, devemos buscar colaboradores que estejam de acordo e alinhados com o projeto do negócio. E acompanhá-los já que não nascem prontos.

Por isso, planeje e comunique suas ações, apresente os resultados e lembre-se sempre de comemorar os sucessos com sua equipe.

3 –  Serviços – agregar reconhecimento de valor;

Você já deve ter ouvido falar que precisa agregar valor ao seu serviço/produto, pois bem, eu resolvi descrever uma fórmula para isso:

Valor = Vantagem-Preço

Explicando:

Se a vantagem que eu obtenho é maior que o valor pago , eu tenho o tal reconhecimento de valor.

Exemplo:

Se meu salão está localizado perto de uma concentração grande de empresas, Av. Paulista – São Paulo-SP, existe uma grande chance de que o valor TEMPO seja o mais relevante para o meu cliente. Sendo assim, oferecer escova+mão em 40/50 minutos é mais interessante para o cliente do que um cabeleireiro badalado.

O momento que o seu consumidor está pode levá-lo a tomar decisões específicas.

4 – Layout – atrativo,gerador de confiança e vendedor;

A primeira impressão é a que fica. Sendo assim, o Layout, a iluminação e a organização do salão são a embalagem do seu negócio. Por isso é necessário mantê-lo limpo, bem iluminado –  afinal você vende cor e brilho – e organizado, pois ele diz muito de quem trabalha lá.

5 – Gestão – foco em resultados e controle de custos.

E não adianta fazer um esforço para organizar as 4 chaves anteriores e não olhar a sua gestão.

Acompanhar o Ticket Médio  (o dado mais importante do salão), criar metas, cumpri-las, ter o controle financeiro de seu negócio e pessoal, são essenciais para que tenha um negócio de sucesso.

Fique atento as 5 CHAVES do SUCESSO, obtendo assim um maior rendimento e aproveitamento em seu salão de beleza ou barbearia.

No canal da Negócios e Beleza tem mais vídeos e dicas que podem te ajudar a ter um SSR-Salão Super Rentável.

 

 

Faça comentários, assine o canal, curta nossa página, comente este artigo e sugira pautas para abordarmos que sejam contributivas para o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
error: Conteúdo protegido